Do caos a Cuba – uma pausa para tomar o café, ver a Elle, refletir sobre o punk e ler a entrevista com Rei Kawabuko

Nem a dor nas costas nem a conexão ruim do Fran´s vão me impedir de concretizar esse post. E, assim, eu começo o texto dizendo que em defesa do estabelecimento o café coado estava muito bom e o preço R$ … Continue reading Do caos a Cuba – uma pausa para tomar o café, ver a Elle, refletir sobre o punk e ler a entrevista com Rei Kawabuko