Cais

Se eu encarar você

Você vai me encarar também?

Te vejo numa noite gelada, muito escura

E silenciosa

À beira de um cais

Eu estive esperando por esse momento a vida toda

Posso sentir no ar esta noite

Eu me lembro

Como poderia esquecer do dia em que te conheci?

Será que você se lembra?

Talvez um dia você queira resgatá-lo na memória

Vai ser bom

Mas, não terá a vibração

O ar gelado no seu rosto quente, emocionado de tanto beber

Memórias são sempre mofadas

A vida é real demais

Ela pode engolir a parte boa

Faz-se bem retirar-se sempre por alguns instantes

Ou vários

Para lembrar os momentos bons

Aqueles editados como num clipe em preto e branco

Pálidos pela falta de luz

Não se preocupe

Não vou esquecer

É a primeira vez

É a última vez que nós um dia nos vimos

Eu estava esperando por esse momento a minha vida inteira

Texto inspirado por Phil Collins

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s