Diretamente da terra onde ninguém presta – qualquer similaridade com a vida real não é mera coincidência

Anos (muitos) depois de O Cravo e a Rosa e Chocolate com Pimenta, Walcyr Carrasco pega pesado na novela das 23h e não só porque o horário permite, mas porque não teve medo de construir uma trama de intriga, pegação e traição que prende o espectador. A autora deste texto, por exemplo, está viciada a ponto de assistir no carro em plena Marginal Pinheiros, quando a agenda não permite o acesso ao lar doce lar (beijo pro Haddad que instituiu a velocidade de 50 KM no local). Não ter o equipamento certo para a TV móvel do celular também não foi um problema. Quando a necessidade chama, faz-se a luz e resolvemos bem a questão com um grampo de cabelo fazendo as vezes de antena.

Verdades Secretas poderia ser apenas uma releitura atual de Top Model, mas a história com modelos serve para amarrar pontos de vista mais crus sobre habitantes de uma metrópole, que vive um momento diferente em 2015, talvez um momento menos romântico que o ano de 1993, quando a Globo exibiu a saga da Angel vivida por Luana Piovani, em Sex Appeal. Ou talvez seja a TV brasileira que esteja menos romântica. Ou eu. Ou você. Ou todo um público brasileiro que não se contentaria com uma literatura novelística mais superficial e menos realista que isso.

Um dos fatores que mais me prende na TV é que em Verdades os atores escolhidos não são apenas lindos, mas também interpretam :). Até agora não vi nenhum peitinho e bundinha que se desse ao luxo de apenas repetir falas. Ponto positivo para quem quer que esteja fazendo a direção de atores.

O fato da extinção do galã e da mocinha estar se confirmando é também algo que acredito estar prendendo plateias mais novas. Finalmente, há TV aberta para os adeptos do Netflix.

Mas, de tudo isso, o que mais gosto é de fazer extensas divagações noturnas sobre o caráter dos personagens. Vou colocar só algumas aqui para não transformar esse texto em um tratado acadêmico sobre as variantes psicológicas da teledramartugia brasileira.

Alex (Rodrigo Lombardi)

tvg_20150511-verdades-secre

Um homem que casa com a mãe para comer a filha dela. Ok, é a encarnação do mal. Apenas um vilão podre de rico. Não há pontos a favor dele a não ser a credibilidade que Rodrigo Lombardi dá ao personagem. Walcyr constrói com Alex um executivo que se veste bem, trabalha até tarde, vive ligado nos e-mails e adora um book rosa. É basicamente um workaholic, cheio da grana, filho da puta, que quer uma Amélia em casa e adora comer garotinhas. Só ficção? Será? Melhor não se deixar enganar por um discurso conservador de um homem cheio de lábia. Ele pode estar querendo comer sua filha.

Arlete/Angel (Camila Queiróz)

07-07-2015-atriz-camila-queiroz

Garota do interior linda, linda, que chega a São Paulo e vai para um colégio de gente rica. Conhece o tal executivo, Alex, que a banca enquanto a carreira como modelo não decola. Muito estudiosa, muito amiga da mãe, resolve fazer programa para solucionar o problema de grana da avó, quando o tal do Alex já não quer nada com ela porque, afinal, ele só queria uma prostituta de luxo. Aceita uma situação de merda que é morar com ele casado, agora, com a mãe. Tenta ignorar o cara sempre de pinto em riste, mas acaba sucumbindo… o problema da Angel é não ter nem maturidade e nem amigas (só as invejosas) para dizer “conta tudo pra sua mãe e cai fora! esse cara é um safado e só tá brincando com vocês duas!”.

Carolina (Drica Moraes)

img-675359-primeiras-fotos-de-drica-moraes-em-verdades-secretas20150521221432259738

Muito cordata, muito dona de casa, muito confidente da filha. Sempre viu o mundo cor-de-rosa. Hmmm, mais uma vez, será???? Alô, Carolina, se você já percebeu que o Alex tem tesão na sua filha, muito mais do que tem em você, por que não dá área? Gosto que o Walcyr coloque muito discretamente essa questão aqui. Até alguém tão virtuosa como a Carolina pode se deixar cegar por alguém charmoso e poderoso como o Alex porque … na boa … se ela fosse tão moralmente inabalável assim já teria sentido cheiro de podre no ar e voltado pra casa da mãe.

Giovanna (Ágatha Moreira)

72432-em-verdades-secretas-agatha-moreira-diapo-1

A adolescente-problema. Poderia ser só esse tipo de caricatura de rebel without a cause, mas Giovanna, personagem da Ágatha, pelo que se viu na Dança dos Famosos (eu e meus novos hábitos televisísticos) anda com a moral lá em cima. Isso porque o público entendeu que ela não é “a má”. Ela não é só a antagonista da Angel. Graças ao bom Deus, o autor fugiu dessa obviedade e mostrou que a personagem, menos otária que o irmão, é meio escrotinha por ter que viver na defensiva. Com um pai, cujas qualidades foram citadas acima, e uma mãe que á a rainha da futilidade, eu também seria assim. O autor soube reconhecer a luta de Giovanna e, apesar de ter de aturar a professora chata interpretada por Bel Kutner (um dos personagens mais insuportáveis da trama), ela ganhou a sorte grande de se deleitar nos braços de Giane.

Fanny (Marieta Severo)

marieta-severo-como-fanny-em-verdades-secretas-1434743666669_956x500

Poderosa dona de uma agência de modelos que não dá lucro só com publicidade, não tem problema algum em ser cafetina de luxo. Na vida amorosa é, na verdade, uma coitada. Paga um michê, ex-modelo, que anda apaixonado por uma novinha e passa as noites acordada com charutão na boca esperando o cara. Aliás, o recurso do charuto nessas cenas é maravilhoso. Há quem precisar de conselhos amorosos, Fanny não hesita em dizer “pegue um homem rico e tire tudo que puder dele”. Foi assim que ela conseguiu formar a fortuna dela.

Anthony (Reynaldo Gianecchini)

reynaldo2

Modelo que não estourou, garantiu a boa vida se aliando à uma velhuda, dona da agência de modelos. Apesar de não saber bem que jogo que ele está fazendo – se está realmente querendo garantir o futuro ao lado da Giovanna  ou se está só querendo garantir o dele transando com o estilista francês -, não há como negar que, de fato, se preocupa com a mãe (Eva Wilma), que anda bebendo até perfume.

Larissa (Grazi Massafera)

img-681763-larissa-grazi-massafera20150629141435598657

Modelo, sempre ganhou os maiores cachês com book rosa. Virou craqueira. Pura e simplesmente? Não. Walcyr humaniza a personagem que sempre fez programa estimulada pela mãe sacoleira, que amava as notas de 100 reais chegando em envelopinhos em casa. O pai fingia não saber. No fundo, mais uma personagem solitária, como as outras citadas, que contava apenas consigo mesma e sucumbiu ao amparo do único cara que não queria só o corpo dela e que não encarou a história do book rosa com naturalidade. A questão é: ela encontrou amor no colo de um craqueiro.

Walcyr, se te conhecesse diria que sua novela está 10!

Advertisements

2 thoughts on “Diretamente da terra onde ninguém presta – qualquer similaridade com a vida real não é mera coincidência

  1. No caso particular na novela verdades secretas a festa de Giovanna com universitários em que o álcool é consumido à larga, a justificativa está no fato de uma mulher ter bebido mais do que devia, é a senha para que qualquer boçal se aproveite dela? Pois foi isso que o Guilherme fez com a Angel. Se o cara precisa embebedar, sedar ou drogar a mulher pra fazer sexo com ela ou usar a força física ou acuação é estupro sim!
    Veja no link https://www.youtube.com/watch?v=loAUZhwizmE
    Quem bebe demais fica com o julgamento comprometido e mais exposto a acidentes e comportamentos violentos.
    E a Novela Verdades Secretas mostrou que o Brasil tolera e incentiva o estupro a ponto de podermos afirmar que o crime faz parte da nossa cultura.
    e agora mostrou isso na Mini Serie “Ligações Perigosas” na cena https://www.youtube.com/watch?v=Jlr6iDd6bFQ.
    Por meio da culpabilização da vítima, estimulamos que as mulheres estupradas se escondam e acabem protegendo seus algozes. Afinal, é comum elas ouvirem de policias e da própria família que estavam embriagadas, usavam roupas curtas e apertadas, que andavam sozinhas à noite ou não deixaram claro que não desejavam o ato sexual. A vítima, portanto, sente medo e vergonha de denunciar.
    O retrato de uma sociedade machista, que pressupõe que a vítima é sempre a culpada estão ali silenciosamente presentes, o medo que a mãe sente em ter uma filha ‘mal-falada’, a sentença do juiz na condenação do agressor, a impotência da família diante das acusações de que poderia ter sido evitado, as insinuações a respeito da moral da criança, todos esses elementos estão ali presentes, impiedosamente mostrando como os costumes deturpados da sociedade induzem erroneamente ao cumprimento da justiça, que muitas vezes além de tardar, falha.
    A sexualização da mulher como objeto é outro fator que estimula o alto número de casos. Desde crianças aprendemos que o corpo da mulher é um objeto que pode ser consumido como qualquer outro. O menino cresce acreditando nisso e, o pior, a menina também.
    O estupro tornou-se, portanto, tão banal que passou a ser aceito e tolerado.
    É preciso que fique claro: nenhuma mulher merece ser estuprada. Ela é dona do seu corpo e a única que pode dele dispor. E a culpa nunca é da vítima, independentemente da sua conduta. Esses são pressupostos básicos para que o crime de estupro deixe de ser parte da nossa cultura.
    E nada justifica um crime desses.. quem propõe um argumento como desse tipo tem o caráter no mínimo duvidoso…

    Like

    1. Sim, Jordison. Também sou contra a cultura do estupro, pode ter certeza. Só não sei o que seu argumento tem a ver com meu post. Em ambos os casos, Angel em Giovanna, elas decidiram por fazer programa, cada uma com suas razões, não foram obrigadas. O caso mais marcante e revoltante de estupro se deu no final da novela, na Cracolândia, com a personagem da Grazi Massafera. Mas, fico contente que você tenha lido meu post, ainda mais este tão antigo.

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s